Doença de Poncet: uma artrite reativa diferentona


A doença de Poncet (DP) é considerada com uma artrite reativa secundária a uma infecção por tuberculose (TB) em outros sítios que não as articulações.

Aproximadamente 10-11% dos casos extrapulmonares de TB há envolvimento de articulações e ossos (1-3% de todos os casos de TB). Quase metade dos casos são de TB vertebral (Mal de Pott), seguidos por artrite tuberculosa, osteomielite, dactilite e artrite reativa.

Em quase 57% dos casos, o sítio de TB associado à DP é extrapulmonar, sendo que deste destaca-se a tuberculose ganglionar (34,7% dos casos totais).

Dentre as articulações mais afetadas, estão tornozelos (63,3%), joelhos (58,8%%), punhos (29,1%) e cotovelos (23,1%).

A maior parte apresenta-se como oligoartrite (40%), seguida de poliartrite (27,6%) e monoartrite (24,6%).

Menos de 9% dos pacientes apresentam eritema nodoso.

Em geral, na DP não há acometimento axial, nem mesmo tendência à cronicidade ou dano articular. Também não costumam ocorrer manifestações extra-articulares. O HLA-B27 é encontrado positivo em apenas 20-30%.

A artrite habitualmente resolve-se em uma média de 51 dias após início do tratamento para a tuberculose.

Referências



Taniguchi Y et al. Rheumatol Int. 2021;41(8):1387-98. doi: 10.1007/s00296-021-04879-3.

Rueda JC et al. Clin Rheumatol. 2013;32(7):929-35. doi: 10.1007/s10067-013-2270-y.



19/10/2023